Sesi RN - Escola

Tudo sobre economia, finanças, negócios e investimentos

09/09/2014 08h25

Caern investe R$ 2,4 milhões para substituir rede de amianto em Natal

Está marcada para a próxima quinta-feira (11) a abertura do processo licitatório para contratação dos serviços que vão trocar a tubulação de cimento amianto pelo PVC

notícias relacionadas

A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) vai investir R$ 2,4 milhões na substituição de tubulação antiga da rede de abastecimento de água localizada na zona leste de Natal. Está marcada para a próxima quinta-feira (11) a abertura do processo licitatório para contratação dos serviços que vão trocar a tubulação de cimento amianto pelo PVC.

Uma das razões dos constantes casos de vazamento na rede de água em Natal são as tubulações antigas, construídas em cimento amianto. No projeto elaborado para esta licitação está prevista a substituição de rede de distribuição em pontos críticos do município. São eles:

· Adutora R-3 ao R-2 - trecho compreendido entre o R-3, situado na Administração Central da Caern até o cruzamento da avenida Afonso Pena com a Rua Trairi. · Trecho entre o cruzamento com a Rua Alberto Maranhão e a Rua Mermoz com a Avenida Rio Branco · Rua Açu, no trecho compreendido entre as avenidas Hermes da Fonseca e Deodoro da Fonseca. · Rua Olinto Meira, entre a Rua Segundo Wanderley e a Avenida Alexandrino de Alencar

A iniciativa visa resolver problemas operacionais causados pelo desgaste natural da tubulação. Em levantamento realizado junto à Regional Natal Sul (RNS), foram constatados trechos com os mais variados problemas operacionais, como perda de vazão devido à incrustação ocorrida nas paredes dos tubos; e a ocorrência de sucessivos vazamentos, que além de causarem custo direto à Companhia, também causam transtornos à população.

"Essa substituição é muito importante. Quando a rede quebra, os transtornos são muitos. A comunidade pode ficar sem abastecimento, o tráfego e trânsito ficam comprometidos, sem contar o prejuízo econômico, pois a Companhia deixa de oferecer os serviços como abastecimento e esgotamento", informou Jacques Pinheiro, chefe da Unidade de Água da Regional Natal Sul (UNAS) da Caern.

Em relação à substituição do amianto pelo PVC, Jacques lembra que não se trata da substituição de um material nocivo à saúde. "São prejudiciais as partículas aéreas suspensas no ar desse material, que podem ser inaladas ou ingeridas, ao se cortar uma telha de amianto, por exemplo", exemplificou Jacques.

A substituição das redes em questão apresenta uma área de influência direta de aproximadamente 320 hectares.

A licitação será na modalidade concorrência e está orçada em R$ 2.438.426,99, com recursos próprios da Caern. A proposta tem validade para 60 dias, enquanto a execução dos serviços terá prazo de 90 dias.

A partir da data de assinatura do contrato licitatório, a empresa vencedora da licitação terá o prazo máximo de dez dias para iniciá-los, sob pena de suspensão da ordem de serviço.

 

Fonte: Assessoria Caern


0 Comentário

Avenida Natal, 6600 - Rodovia Br 101 - Taborda | São José de Mipibú/RN CEP | 59.162-000 | Caixa Postal: 50
2010 ® Portal Mercado Aberto. Todos os direitos reservados.
ponto criativo