Seturn - 17/01/22

Tudo sobre economia, finanças, negócios e investimentos

27/11/2010 08h37

Setor turístico comemora inclusão de R$ 60 milhões no Orçamento para divulgação do destino RN

“Verba para divulgação do estado era ínfima”, diz presidente da ABIH Nacional.

Por: Lidiane Lins

notícias relacionadas

A bancada federal do Rio Grande do Norte definiu, em reunião na última quarta-feira (24), a inclusão de uma emenda de caráter consensual no Orçamento Geral da União (OGU) para 2011, que prevê a liberação de recursos da ordem de R$ 60 milhões para a divulgação do RN como destino turístico nacional.

Os recursos são parte de um total de R$ 927,5 milhões destinados para todo o estado, através de 18 emendas que contemplam também obras estruturantes - entre elas a ZPE do Sertão, em Assu e o Terminal Pesqueiro de Natal - e outras nas áreas de educação, saúde e tecnologia.

De acordo com o presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis, seccional RN (ABIH-RN), Habib Chalita, a inclusão do recurso para divulgação do destino RN representa uma vitória do setor turístico do estado, que há muito vem desenvolvendo um trabalho em conjunto para promover o RN em outras regiões.

"O Rio Grande do Norte está de parabéns pela conquista dos recursos para divulgação em nível nacional. Esses recursos representam a manutenção da fomentação da hotelaria e das atividades ligadas ao turismo da cidade, que envolve diversos outros setores da economia", declarou o presidente da entidade.

Segundo ele, nunca antes o estado pôde contar com uma verba exclusiva para a divulgação do turismo em outras regiões. "Esse recurso é fundamental para o desenvolvimento do turismo potiguar. Antes, o setor tinha que fazer a divulgação do destino RN com uma verba mínima", disse Chalita.

De acordo com o novo presidente da ABIH Nacional, o potiguar Enrico Fermi, já estava na hora de o Rio Grande do Norte conseguir recursos significativos para a divulgação do seu destino turístico.

"Antes, a divulgação do estado contava com recursos ínfimos, cerca de R$ 12 milhões da Emprotur e outros R$ 4 milhões da Seturde. Ceará, Pernambuco e Bahia já vinham fazendo emendas coletivas para o turismo há algum tempo. Só em Recife, a verba era de R$ 55 milhões", apontou Fermi.

Ele acrescentou que esse repasse possibilitará ao estado entrar na disputa em condições mais iguais pela conquista da preferência dos turistas que procuram o Nordeste. "Vamos ter um ganho de visibilidade e isso vai fazer com que a gente consiga abocanhar boa parte da demanda que tem crescido".

Para o presidente da Empresa Potiguar de Promoção Turística (Emprotur), Gustavo Porpino, o aquecimento do turismo doméstico é uma realidade cada vez mais consolidada, que tem se refletido no aumento do fluxo de turistas brasileiros para o RN e concentrado o foco da divulgação dentro do país.

"Atualmente, o turismo doméstico é o que está mais aquecido, tendo em vista que o brasileiro está viajando mais, devido às facilidades de pacotes de viagem e a melhoria da malha aérea. É por isso que estamos muito focados no mercado turístico nacional, tanto no que diz respeito ao setor público quanto ao privado", destacou Porpino.

Em relação ao balanço do trabalho de divulgação e promoção do destino RN este ano, o presidente da Emprotur afirmou que será bastante positivo, com a expectativa de aumento do fluxo turístico em 12,5% em 2010. "Isso é fruto de um extenso trabalho em conjunto, aliado à conjuntura atual da economia brasileira".

 


0 Comentário

Avenida Natal, 6600 - Rodovia Br 101 - Taborda | São José de Mipibú/RN CEP | 59.162-000 | Caixa Postal: 50
2010 ® Portal Mercado Aberto. Todos os direitos reservados.
ponto criativo