Seturn - 17/01/22

Tudo sobre economia, finanças, negócios e investimentos

23/06/2011 09h15 - Atualizado em 22/06/2011 18h56

Mesmo com Corpus Christi, hotelaria deve fechar junho com ocupação abaixo de 30%

Hotéis registram queda de 20% na ocupação durante o feriado de Corpus Christi em comparação com ano passado.

Por: Felipe Gibson

notícias relacionadas

Os hotéis de Natal registram uma ocupação entre 60% e 65% para o feriadão iniciado nesta quinta-feira (23), quando se comemora Corpus Christi. O resultado foi considerado negativo pela Associação Brasileira de Hotéis do Rio Grande do Norte (ABIH/RN), que estima um nível de lotação abaixo dos 30% no fechamento de junho. Enquanto isso, a hotelaria mossoroense comemora um desempenho perto dos 100% nos próximos quatro dias, puxado pelo Mossoró Cidade Junina.

Em comparação com o feriado de Corpus Christi no ano passado, o índice de ocupação caiu aproximadamente 20%. Para o diretor executivo da ABIH/RN, Pedro Nogueira, a queda é influenciada por diversos fatores, entre os quais se destaca a falta de investimento na promoção do destino RN se destaca. "Entra governo, sai governo, o turismo é sempre colocado como prioridade e um dos setores que mais geram emprego e renda, mas se não for o setor privado", afirma.

Na avaliação de Nogueira, o motivo dos resultados melhores de 2010 está ligado à "febre de consumo" do ano passado, que ajudou a manter os bons números. Passado o momento próspero, a falta de investimentos voltou a afetar. "Falamos não só da capital, e sim do estado, de destinos como São Miguel do Gostoso, Pipa, entre outros. O turismo é como qualquer produto. Se não promover, não vende", conclui o diretor da ABIH/RN.

Formado em grande parte por turistas das regiões Sul e Sudeste, o público do RN vem sendo perdido tanto para destinos nacionais, quanto internacionais. Além da concorrência regional, a constatação é que as opções por viagens a lugares como Buenos Aires e Nova York têm ocorrido com frequência. No caso da capital argentina, o próprio potiguar tem deixado Natal para conhecer a terra do tango.

De acordo com a presidente da Associação Brasileira das Agências de Viagens do RN (Abav/RN), Ana Carolina Costa, Buenos Aires é um dos lugares que mais aparecem nas vendas. A escolha pela cidade ainda teve o impulso da impossibilidade de chegar a Bariloche, também na Argentina, devido ao vulcão chileno que vem atrapalhando o tráfego aéreo na América Latina. Em âmbito nacional, os potiguares têm optado por Campos do Jordão, Gramado, além de hotéis fazenda na própria região Nordeste.

Mossoró x Natal

Não bastasse o mau resultado que se anuncia em junho, a estimativa da ABIH/RN para julho, mês de alta estação, está longe de ser positiva. "A ponta da cadeia [estados da região Sul e Sudeste] acusa uma queda de 50%", revela Pedro Nogueira. Se confirmada a expectativa, o diretor executivo da ABIH/RN aponta que esse será "o pior julho dos últimos cinco anos".

Mas se as coisas não andam bem na capital potiguar, o mesmo não se pode falar de Mossoró, onde a hotelaria deve ficar próxima da lotação máxima no feriadão. Junho é tradicionalmente um mês de destaque para a hotelaria mossoroense, que durante o período recebe eventos como o Mossoró Cidade Junina e a Expofruit - Feira Internacional da Fruticultura Irrigada Tropical.

O diretor geral do hotel Thermas e diretor de interior da ABIH/RN, Gabriel Barcelos, conta que o Mossoró Cidade Junina é responsável pelo grande aumento do fluxo de pessoas na cidade durante os fins de semana de junho. Durante a semana o turismo de negócios garante boas ocupações. "A média vem se mantendo. É tradicional o mês ser bom para Mossoró", reforça.

A expectativa é que a hotelaria mossoroense feche junho com uma média de 80% de ocupação. No Thermas, um dos principais hotéis da cidade, o nível está em 72 % no primeiro semestre, um incremento da ordem de 12 % se comparado com o mesmo período do ano passado.


0 Comentário

Avenida Natal, 6600 - Rodovia Br 101 - Taborda | São José de Mipibú/RN CEP | 59.162-000 | Caixa Postal: 50
2010 ® Portal Mercado Aberto. Todos os direitos reservados.
ponto criativo