Potigás - 03/08

Tudo sobre economia, finanças, negócios e investimentos

02/08/2011 17h20

Comércio eletrônico para micro e pequena empresa é debatido no Sebrae

O Ciclo MPE.NET tem como propósito a inclusão das micro e pequenas empresas na economia digital.

notícias relacionadas

As questões que envolvem o comércio eletrônico estão em debate durante todo o dia de hoje (2) no Ciclo MPE. NET, um ciclo sobre comércio eletrônico para a micro e pequena empresa, que acontece no auditório do Sebrae-RN, em Natal. O evento, realizado pela Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico, visa estimular, viabilizar e difundir os conhecimentos sobre este tipo de comércio, que movimenta grandes cifras em todo o mundo.

O Ciclo MPE.NET está em sua oitava edição e tem como principal propósito promover a inclusão das micro e pequenas empresas na economia digital. Para o diretor superintendente do Sebrae no Rio Grande do Norte, José Ferreira de Melo Neto, a realização de eventos como esse, permite ampliar os conhecimentos e até capacitar empresários e empreendedores interessados em ingressar no mercado digital. "É uma forma de modernizar seus negócios", resume, lembrando que o Sebrae oferece estímulos através do acesso a mercados, como a participação em feiras e no Fair Trade, o chamado Comércio Justo .

O Consultor da E-commerce School, Alexandre Miranda, destacou algumas dicas para se obter sucesso no e-commerce, como ter uma plataforma com boa estrutura que possibilite comodidade aos usuários. "Isso contribui muito par atrair novos usuários", ensina. Miranda também defende a disponibilidade de bons filtros e de uma busca precisa para facilitar a navegação do usuário.

Em relação a plataforma, Alexandre Miranda também explicou que é fundamental ter boas mensagens de erro, visando orientar melhor o usuário na resolução do seu problema. O sortimento de produtos e serviços é outro diferencial que o consultor acredita ser determinante para que cliente sinta-se motivado a fazer uma compra sem a necessidade de sair de casa ou do local de trabalho.

Duas questões cruciais no comércio eletrônico são preço e prazo de entrega, segundo o consultor. A possibilidade de pesquisar e garimpar, criteriosamente, as ofertas é um privilégio de quem usa este tipo de comércio. O parcelamento também é um estímulo à compra. Contudo, os prazos de entrega cada vez menores são, na maioria das vezes, fator determinante no processo de decisão de compra.

O aspecto da segurança é prioridade para quem deseja passar credibilidade e eliminar a desconfiança, gerada pelo medo do usuário de fazer um mau negócio. Alexandre Miranda também destacou a necessidade do empresário atentar para o conteúdo que, segundo ele, deve levar em conta a usabilidade, reduzindo assim o índice de abandono do site.

O Ciclo MPE. NET prossegue à tarde com a apresentação e discussão de temas como: Gestão de Riscos e Vendas com Cartão de Crédito, Publicidade On-line e Marketing Digital e Bolsa de Negócios do Sebrae e Click Marketing. O evento é patrocinado pelo Sebrae, Correios e Pag Seguro, empresa do grupo UOL.

Fonte: Agência Sebrae


0 Comentário

Avenida Natal, 6600 - Rodovia Br 101 - Taborda | São José de Mipibú/RN CEP | 59.162-000 | Caixa Postal: 50
2010 ® Portal Mercado Aberto. Todos os direitos reservados.
ponto criativo