Seturn - 27/09

Tudo sobre economia, finanças, negócios e investimentos

17/01/2012 17h18

RN comemora participação na semana de moda carioca

As sete empresas do RN que integram o projeto Natal Pensando Moda negociaram R$ 300 mil durante o Senac Rio Fashion Business e esperam lucrar mais de R$ 1 milhão em negócios futuros.

notícias relacionadas

A participação das empresas do projeto Natal Pensando Moda no Senac Rio Fashion Business proporcionou um volume de negócios que ultrapassou R$ 300 mil em peças comercializadas no evento, podendo atingir um patamar superior a R$ 1 milhão nos próximos meses com vendas futuras a partir dos contatos realizados. As coleções outono/inverno das sete marcas do Rio Grande do Norte agradaram o público visitante, formado principalmente por empresários do setor e especialistas do segmento fashion.

A maior parte dos pedidos foi para os estados, como Rio de Janeiro, São Paulo, Mato Grosso, Alagoas, Bahia e Ceará, além de outros da região Norte. Participaram dessa edição as empresas Anna Marcolina, Avohai, Florbella, LO’R, Nova Bossa, S. Design e Wagner Kalieno. Responsável por dar identidade cultural e regional à moda produzida por empresas do setor de confecções do Rio Grande do Norte e agregar valor às peças fabricadas, o projeto Natal Pensando Moda contabilizou no ciclo 2011 um volume de R$ 1,96 milhão comercializado pelas participantes em eventos no Brasil e no exterior.

A avaliação da presença no Senac Rio Fashion Business, que é considerado a maior bolsa de negócios de moda da América Latina e foi realizado no Jockey Club do Rio de Janeiro até o sábado (14), foi tão positiva que as marcas já planejam duplicar o número de funcionários contratados para dar conta dos pedidos previstos. Somente a Wagner Kallieno espera faturar ao longo do ano algo perto de R$ 500 mil. A marca fechou parceria para fornecer roupas para seis novas redes de lojas.

A estreante no projeto LO’R também teve bons resultados. A marca negociou com uma das principais lojas de roupas femininas de alto padrão de Maceió orientada para consumidoras da classe A. Outra grife que surpreendeu no estande do Natal Pensando Moda foi a S. Design, que apesar de estar fora do setor destinado às grifes de acessórios, conseguiu comercializar R$ 150 mil no evento com a coleção ‘Doces Bárbaros’, com anéis, brincos, colares e braceletes inspirados nos índios tapuias.

“Encaramos essa participação na semana de moda carioca como muito exitosa dentro do projeto, já que normalmente trabalhamos com coleções voltadas para a moda primavera/verão. Percebemos que as coleções desenvolvidas agradaram bem, o que ratifica a importância da pesquisa e criação de peças a partir de um conceito”, avalia Maria Auxiliadora Sales, que gerente da Unidade de Desenvolvimento da Indústria do Sebrae-RN, da qual faz parte o Natal Pensando Moda.

Desbravando

Para participar do evento, as empresas que integram o projeto tiveram que desenvolver coleções outono/inverno baseadas no tema ‘Desbravando Terras Potiguares’, que remete à miscigenação ocorrida no Rio Grande do Norte entre franceses, holandeses, africanos e índios no período colonial. Apesar de se tratar de coleção voltada para uma estação mais fria, as roupas apresentam padronagem que é a cara do inverno potiguar, ou seja, um inverno menos rigoroso, com cores alegres - que fogem de tons preto e cinza - e tamanhos curtos. O resultado agradou bem ao público comprador que visitou o Senac Rio Fashion Business.

Idealizado pelo Sebrae-RN e desenvolvido em parceria com o Sistema Fiern/Senai, o Natal Pensando Moda está no quarto ano. “O projeto tem se firmado no cenário nacional exatamente por essa identidade que as empresas imprimem, levando um pouco de elementos da cultura, em estampas e texturas, para amparar tendências universais. E isso tem atraído os compradores”, diz Auxiliadora Sales. Na opinião da gerente, o mercado brasileiro está em ascensão e responde bem às demandas das empresas. “Mesmo estando presente em eventos internacionais, sabemos que o forte impulsor de vendas das empresas do projeto ainda é o mercado nacional”.

Segundo Auxiliadora Sales, a edição 2012 do projeto deverá ser lançada no final de fevereiro e contará com novas marcas participantes. A ideia é contar com a parceria da Associação Brasileira da Indústria Têxtil (ABIT) e ter consultorias segmentadas para empresas veteranas e estreantes do Senai Cetiqt do Rio de Janeiro.

Fonte: ASN- RN


0 Comentário

Avenida Natal, 6600 - Rodovia Br 101 - Taborda | São José de Mipibú/RN CEP | 59.162-000 | Caixa Postal: 50
2010 ® Portal Mercado Aberto. Todos os direitos reservados.
ponto criativo