Sesi RN - Escola

Tudo sobre economia, finanças, negócios e investimentos

14/07/2012 08h27

Em plena alta estação, ocupação hoteleira está abaixo do esperado

A ocupação hoteleira potiguar registra número 20% menor em relação ao mesmo período de 2011 e prevê maior queda com os problemas da praia de Ponta Negra.

Por: Marcella Mendes

notícias relacionadas

O período que deveria significar bons lucros para o turismo potiguar é motivo de preocupação para a indústria hoteleira. A expectativa é que o Rio Grande do Norte continue amargando péssimos resultados em relação a ocupação hoteleira no mês das férias.

Na primeira semana de julho, segundo dados da Associação Brasileira de Indústria de Hotéis, seccional do Rio Grande do Norte (ABIH-RN), os hotéis natalenses registraram apenas 50,73%, índice muito inferior ao esperado pelos empresários do setor. Ainda segundo dados da ABIH, a ocupação caiu cerca de 20% em relação ao mesmo período do ano passado.

As fortes chuvas e falta de divulgação dos destinos turísticos do Estado no mercado nacional são apontados como os principais fatores responsáveis pela queda na ocupação dos hotéis.

"O endividamento da população brasileira também tem impactado negativamente no turismo potiguar. Por causa da situação econômica, as pessoas acabam desistindo de viajar", explica George Gosson, vice-presidente da ABIH/RN.

Outro fator que vem fortemente afastando os turistas de Natal e ganhando projeção em nível nacional é a queda do calçadão da praia de Ponta Negra. "Não adianta trazer turistas para Natal se eles vão sair com uma imagem negativa da cidade", afirma Gosson. "É preciso recuperar a orla de Ponta Negra com urgência", enfatiza.

Os representantes do setor também reclamam da falta de investimentos em turismo. Outros estados do Nordeste como, o Ceará, fazem uma divulgação mais forte e consistente, além de contarem com uma maior oferta de voos, o que faz com que as tarifas aéreas se tornem mais atrativas. Mais de 90% dos turistas que visitam Natal são de outros estados do Brasil, principalmente da região sudeste.

Segundo o vice-presidente da ABIH/RN, uma das alternativas para alavancar o turismo no Rio Grande do Norte são as promoções durante período de baixa temporada. "A grande estrutura que temos de hotéis, táxis e restaurantes fica 40% ociosa na maior parte do ano. Com as promoções, Natal poderia aumentar o movimento turístico durante os outros meses", finaliza.

 


0 Comentário

Avenida Natal, 6600 - Rodovia Br 101 - Taborda | São José de Mipibú/RN CEP | 59.162-000 | Caixa Postal: 50
2010 ® Portal Mercado Aberto. Todos os direitos reservados.
ponto criativo