Sesi RN - Escola

Tudo sobre economia, finanças, negócios e investimentos

09/04/2013 12h00

Implantação do Sistema de cabotagem do Porto de Natal ganha visibilidade

A Fiern, Codern e Fecomércio contrataram uma consultoria para diagnosticar a demanda portuária do RN

notícias relacionadas

Novo horizonte à vista para o Porto de Natal. Os presidentes da FIERN, Amaro Sales, e da Companhia Docas do Rio Grande do Norte (Codern), Pedro Terceiro, anunciaram a ampliação das operações com a instalação do terminal de passageiros e a atuação de linhas regulares de cabotagem.

Amaro Sales informou que durante a 19ª edição da Intermodal South América, realizada na semana passada em São Paulo, foram feitos contatos com empresários interessados em investir no RN, mas que necessitam de uma estrutura portuária. "A ampliação do porto e instalação de linhas regulares de cabotagem são necessidades reais. Atualmente há empresas do estado que usam o transporte rodoviário para embarcar seus produtos no Porto de Santos com custos financeiros e logísticos elevados, além dos danos ambientais. Há empresas dispostas a investir no RN com a garantia da ampliação das atividades".

O presidente da Codern destacou a necessidade de relocação da favela do Maruim, localizada no bairro das Rocas ao lado do Porto. "A questão do Maruim não é problema. É solução. Solução para 150 famílias que vivem numa situação subumana, para o turismo e para o Porto. Na semana passada a Prefeitura de Natal já sinalizou a retomada do projeto da remoção das pessoas".

Pedro Terceiro enfatizou também a importância do terminal de passageiros para o turismo do Estado. "O terminal vai ser um reforço para o turismo marítimo do RN, chamando atenção de turistas e de natalenses. Há empresas comercializando pacotes para o final deste ano que incluem o terminal. Estamos com um atraso de 60 dias, mas nossa previsão que era para agosto ficou para outubro".

Durante a coletiva também foi informada a contratação de consultoria para diagnosticar a demanda portuária do RN, desde as dificuldades operacionais e de infraestrutura, até a demanda de investimentos. "Foi contratada uma empresa para avaliar nossa situação. Em quatro meses teremos em mãos um relatório completo sobre a cabotagem no Porto de Natal", destacou Pedro Terceiro. O estudo será feito pela Agência Porto, em parceria com a Codern, a FIERN, e a Fecomércio.

 

Fonte: Fiern


0 Comentário

Avenida Natal, 6600 - Rodovia Br 101 - Taborda | São José de Mipibú/RN CEP | 59.162-000 | Caixa Postal: 50
2010 ® Portal Mercado Aberto. Todos os direitos reservados.
ponto criativo