STTU 06/05/22

Tudo sobre economia, finanças, negócios e investimentos

05/06/2013 11h22

Secretário de Turismo de Natal reúne representantes das entidades para analisar projeto de acessibilidade

O recurso para a execução das diretrizes propostas no projeto já foram liberados, a Semopi irá executar o projeto de readequação dos pontos turísticos e dos entornos.

notícias relacionadas

O secretário de turismo de Natal, Fernando Bezerril, se reuniu pela manhã, no auditório da CODERN (Companhia de Docas do Rio Grande do Norte), representantes das entidades ligadas ao turismo do estado, juntamente com o secretário municipal de esporte e lazer, Eduardo Machado e o secretário estadual de turismo, Renato Fernandes para apresentar o plano de trabalho e projeto executivo sobre acessibilidade dos pontos principais turísticos da cidade do Natal.

O projeto de acessibilidade já está em sua fase final de elaboração e o secretário, Fernando Bezerril, reuniu todos os representantes para que os presentes pudessem contribuir na elaboração das diretrizes. “Foi de extrema importância a presença de todos, pois com esta colaboração, em suas diversas vertentes do turismo, poderemos avaliar minuciosamente os detalhes do projeto e corrigir os erros ainda na fase do planejamento”, esclareceu Bezerril.

Durante a reunião, a diretora de Planejamento da Semopi (Secretaria Municipal de Obras Públicas e Infraestrutura), Tereza Cristina, informou que o recurso para a execução das diretrizes propostas no projeto já foram liberados a Semopi que irá executar o projeto de readequação dos pontos turísticos e dos entornos, mas alertou que nem todos os pontos poderão sofrer as adequações. “A casa de Câmara Cascudo, por exemplo, é um ponto turístico com administração não governamental, logo, não é permitido que nenhum órgão público faça interferências no local, ainda assim, foram traçadas diretrizes para o local e encaminhada a administradora responsável, bem como foram traçadas diretrizes para o entorno do local”, afirma Tereza.

Além do estudo proposto, Bezerril sugeriu ainda que a START, empresa que ganhou a licitação para elaborar o projeto da acessibilidade, elaborasse um orçamento sobre um estudo da Redinha e do alto de Ponta Negra, dois pontos turísticos importantes da cidade e que não estão inclusos no projeto. “Com esse orçamento em mãos o CONTUR (Conselho Municipal de Turismo) podemos tentar viabilizar um aditivo no recurso já existente para tornar acessível  esses outros pontos”, afirma Bezerril.

*Fonte: Assessoria de Imprensa da Seturde


0 Comentário

Avenida Natal, 6600 - Rodovia Br 101 - Taborda | São José de Mipibú/RN CEP | 59.162-000 | Caixa Postal: 50
2010 ® Portal Mercado Aberto. Todos os direitos reservados.
ponto criativo