Sesi RN - Escola

Tudo sobre economia, finanças, negócios e investimentos

22/01/2014 14h10 - Atualizado em 22/01/2014 14h27

Turistas classificam como bom os preços de bens e serviços ofertados em Natal

Mesmo com os indicativos positivos apontados na pesquisa, o fluxo de desembarque de turistas em Natal fechou o ano de 2013 com saldo negativo

Por: Madeline Jales

notícias relacionadas

Apesar da alta estação e de ser uma das sedes da copa do mundo de 2014 os visitantes que escolheram Natal como refúgio, neste início de ano, dizem não estar surpresos com os preços no comércio de bens e serviços. Para George Costa, proprietário da Luck Receptivo, agência especializada em turismo, a atitude dos turistas mostra que os brasileiros estão aprendendo a economizar e programar suas viagens. “Só quinze por cento dos turistas que estão em Natal são estrangeiros, sempre foi assim, e o brasileiro está aprendendo a se programar para as viagens, por isso já sabem o quanto em média vão gastar”, afirmou.

 Dados da última pesquisa realizada pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do estado (Fecomércio), através do seu Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento do Comércio (IPDC) em 2012, mostram que o turista gasta em média R$ 220,74 por dia em Natal; a maioria dos entrevistados (57,5%) classificou como normais os preços na cidade e 82,2% afirmou desejar voltar a Natal.

 Mesmo com os indicativos positivos apontados na pesquisa, o fluxo de desembarque de turistas em Natal fechou o ano de 2013 com saldo negativo, a queda foi de 14,27% em relação ao ano anterior. George explicou que um dos motivos do baixo desempenho é “o número reduzido de voos para a capital, o que encarece o preço das passagens”.

 Os vendedores do Shopping do Artesanato Potiguar, um dos pontos comerciais de Natal mais movimentado neste período, estimam que o número de visitantes neste ano será inferior ao recebido no ano passado, mas afirmam que os que passam pelo shopping estão dispostos a gastar.

 No restaurante de comida regional, localizado em Ponta Negra, a aposta para atrair os turistas e não sofrer com a queda do número de visitantes é oferecer um tratamento especial. O maitre, Walter Rocha, conta que a proposta tem mostrado resultado: “temos cinco carros que fazem o transporte dos nossos clientes de forma gratuita. O faturamento de dezembro até o momento aumentou cerca de 40%, está dentro do que foi previsto”, afirmou. 

 


0 Comentário

Avenida Natal, 6600 - Rodovia Br 101 - Taborda | São José de Mipibú/RN CEP | 59.162-000 | Caixa Postal: 50
2010 ® Portal Mercado Aberto. Todos os direitos reservados.
ponto criativo